Make your own free website on Tripod.com

História de Portugal Moderno (séc. XV a XVII)

 

Sumários

 

Sessão   1.    3 de Outubro 2006                                                                                          

 

Apresentação:

Programa e conteúdo: objectivos.

Metodologia de ensino e de classificação

A nota final resulta da média de duas notas classificativas, sendo uma delas (obrigatória) o teste a realizar no dia 14 de Fevereiro (14-16 horas). O outro elemento classificativo é escolhido pelo discente entre um trabalho prático de investigação ou um outro teste (neste caso a realizar a 14 de Dezembro, 12-14 horas). Poderá haver um terceiro elemento de classificação resultante da apresentação feita pelo aluno de um pequeno trabalho denominado "cinco minutos sobre ..."

 

 

 

Sessão   2.    10 de Outubro 2006                                                                                          

 

Metodologia para a realização do trabalho

O trabalho prático de investigação poderá ser elaborado num dos seguintes modelos:

1 - Estudo sobre um período de seis meses do reinado de D. Manuel I ou de D. João III.

a) poderá ter diferentes formas de apresentação: uma reportagem (jornal de História); uma crónica cronológica; uma crónica temática; um diário ficcionado de um alto funcionário ou do próprio rei. Deverá focar os diferentes aspectos sociais, mentais, culturais e políticos ocorridos no Portugal da época em estudo.

b) o itinerário régio;

2 - Monografia de uma localidade (desde um simples lugar a uma cidade) ou de uma família ao longo do século XVI

 

 

 

Sessão   3.    12 de Outubro 2006                                                                                          

 

Conceitos dos termos "Moderno" e "Modernidade"

Onde começa a "Modernidade Ocidental"?

A Queda de Constantinopla!

A Divulgação da Imprensa!

As ligações marítimas dos diversos continentes!

 

   Onde acaba a "Me­die­validade" e começa a "Moder­nidade" de Portugal

 

Relatividade dos conceitos.

Tradição e historiografia recente na sua definição.

A inserção da história portuguesa nos conceitos "europeus" de Idade Média e Idade Moderna.

 

   Proposta de uma época para começo do estudo da cadeira atendendo:

- política de expansão do Atlântico na dependência directa da Coroa (1474);

- modificação da titulação do rei de Portugal (1471);

- Toro e suas consequências (1475-1479/80);

Cinco minutos sobre... O conhecimento e a contagem do tempo; a divulgação do relógio.

 

Sessão   4.    17 de Outubro 2006 

 

Vésperas de Toro

 

Panorama das relações inter reinos ibéricos

 

Castela de Juan II a Enrique IV

Aragão de Fernando de Antequera a Juan II

            Portugal de D. Duarte a Afonso V

                                                                           

Sessão   5.    19 de Outubro 2006                                                                                           

 

Vésperas de Toro e Toro

 

Panorama das relações inter reinos ibéricos

 

Portugal de D. Duarte a Afonso V

Navarra de Carlos III a Juan I / II

Castela (1465-1474) Enrique IV e Juana versus Alfonso (1465-1468) e Isabel (1468-1474)

 

Panorama das relações entre a Península Ibérica e França

França de Charles VII a Louis XI

 

A península ibérica entre dois blocos: o Ocidental (Portugal - Castela e Leão) e o Oriental (Castela e Leão - Aragão)

 Afonso e Juana versus Isabel e Fernando (1475-1476)

 

1476 a Batalha de Toro e a intervenção do príncipe João de Portugal

 

 

Sessão   6.    24 de Outubro 2006                                                                                          

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de curta duração (cont.)

 

Conjuntura (Cont.)

Da guerra à paz peninsular

As regências do príncipe D. João.

A viagem de Afonso V A França e à Borgonha.

A proclamação do Príncipe D. João como rei (1477).

O regresso de Afonso V e o governo conjunto.

Os tratados das Alcáçovas e suas consequências.

As terçarias de Moura e a formação da casa senhorial de D. Manuel (1480/1481).

Cinco minutos sobre... o conto para contar.

Sessão nº 7.     26 de Outubro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de longa duração

 

Estruturas sociais e económicas

População.

As difentes fontes.

O fogo.

O vizinho.

O agregado familiar.

Os computos.

A distribuição da população no país.

Consolidação e reflexos do crescimento.

O funcionalismo público.

A divisão administrativa.

Cinco minutos sobre... as diferentes datas para começo do ano.

Sessão nº 8.     2 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de longa duração

 

Estruturas sociais e económicas

População.

As novas unidades administrativas.

As novas vilas notáveis.

As novas cidades.

Minorias étnicas e estrangeiras.

Cinco minutos sobre... o terramoto de 1531 .

Sessão nº 9.     7 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de longa duração

 

Estruturas sociais e económicas

Propriedade e Agricultura.

 

 

Sessão nº 10.   9 de Novembro 2006

Aula prática:

Análise dos seguintes documentos:

- Doações (honras e mercês) feitas por Afonso V entre 1475 e 1481 / (Damião de Góis, Crónica do Príncipe D. João, ed. crítica e comentada por Graça Almeida Rodrigues, Lisboa, Universidade Nova de Lisboa, Ciências Humanas e Sociais [sic], 1977, pp. 209-212);

- Carta pedindo a aclamação de D. João como rei de Portugal, anúncio do saimento de D. Afonso V e convocatória de cortes (31-8-1481) / (Documentos Historicos da Cidade de Evora, compilados por Gabriel Pereira, Évora, Tip. Económica de José de Oliveira, 1887, doc. lxxxvii, p. 155-156);

- Auto de aclamação de João II, na cidade de Lisboa (1-9-1481) / (Elementos para a Historia do Municipio de Lisboa por Eduardo Freire de Oliveira, 1.ª parte, Lisboa, Tip. Universal, 1882, pp. 339-345);

- Auto das menagens a prestar a D. João II (1481) / (Rui de Pina, “Chronica d’el rei Dom Joaõ II in Crónicas de Rui de Pina, introdução e revisão de M. Lopes de Almeida, Porto, Lello & Irmão - editores, 1977, pp. 900-901; ou Garcia de Resende, Cronica dos valerosos, e insignes feitos del Rey Dom Ioam II . de Gloriosa Memoria [...], Coimbra, Universidade, 1798, cap. xxviii, pp. 34-35);

- Biografia de D. Fernando (1430-1483), 3.º duque de Bragança / (Nobreza de Portugal [...], direcção, coordenação e compilação de Afonso Eduado Martins Zuquete, Lisboa, Editorial Enciclopédia, ld.ª, 1960, Vol. II, pp. 440-442);

- Biografia de D. João (?-1484), 1. º marquês de Montemor-o-Novo / (Idem, Ibidem, Vol. III, pp. 29-30);

- Biografia de D. Afonso (c.1435-1483-4), 1.º conde de Faro / (Idem, Ibidem, Vol. II, pp. 577-578);

- Biografia de D. Diogo /(c.1461-1484), 4.º duque de Viseu / (Idem, Ibidem, Vol. III, pp. 544-545);

 

Sessão nº 11.   14 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de curta duração (cont.)

 

            Conjuntura (Cont.)

D. João II rei (1481).

Os conflitos com a nobreza.

As conspirações (Braganças e Duque de Viseu).

O casamento e a morte do príncipe D. Afonso.

A Questão sucessória.

D. Jorge.

A morte de D. João II

 

Sessão nº 12.   16 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao centralismo

 

Efeitos de média duração

 

Aula prática:

Análise dos seguintes documentos:

 

Os painéis chamados de S. Vicente

O retrato de D. João III (chamado de D. João II)

                       

                        Estruturas sociais

                        Estruturas culturais

                        Estruturas do quotidiano

 

Sessão nº 13.   23 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

 

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

Efeitos de longa duração (cont.)

 

            A reforma das armas de Portugal (1483/85)

 

Do feudalismo ao centralismo (Cont.)

Efeitos de curta duração (cont.)

 

D. Manuel I rei (1495)

As minorias religiosas

O quadro diplomático

O sonho da União Ibérica

A morte de D. Miguel da Paz

Um reinado venturoso

 

parte prática:

            Leitura do testamento de D. João II

 

Sessão nº 14.   28 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao centralismo (Cont.)

 

Efeitos de média duração (Cont.)

 

            Estruturas económicas: a moeda (1472 - 1485)

           

             

 

Sessão nº 15.   30 de Novembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao centralismo (Cont.)

 

Efeitos de média duração (Cont.)

 

            Estruturas económicas: a moeda (1495 - 1579)

 

 

Sessão nº 16.   5 de Dezembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de média duração

 

     Estruturas mentais e culturais

    A Imprensa

A época incunabulástica.

A imprensa hebraica.

A imprensa cristã.

 

Sessão nº 17.   7 de Dezembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de média duração

 

     Estruturas mentais e culturais

 

    As bases da cultura

Os Lusíadas (as razões das diferentes edições de 1572)

 

Tipografias portuguesas

 

A Escrita: grafia e formas da escrita.

 

Os públicos e as censuras.

 

 

Sessão nº 18.   12 de Dezembro 2006

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de média duração

 

     Estruturas mentais e culturais (conclusão)

 

As instituições de cultura

Escolas.

Colégios.

Universidade / Universidades.

A censura.

Cortes Senhoriais.

Bibliotecas.

As Grandes Tendências da Cultura

Humanismo.

Literatura.

Projecção internacional da cultura portuguesa.

 

Sessão nº 19.   14 de Dezembro 2006

 

Realização do Teste (alunos sem trabalho)

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao centralismo (Cont.)

 

Efeitos de média duração (Cont.)

                       

     Estruturas do quotidiano

            Modas de apresentação do corpo

            Visionamento do filme “Rapariga com brinco de pérola”

 

 

Sessão nº 20.   4 de Janeiro de 2007

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de longa duração

            Estruturas institucionais e políticas

            Estado

            Justiça

            Igreja

            Inquisição

 

 

Sessão nº 21.   9 de Janeiro de 2007

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao Ouro do Brasil (Cont.)

 

Efeitos de longa duração

 

Estruturas do quotidiano

            Alimentação

            Habitação

            Saúde e assistência

            Crença e superstição

            Divertimentos

 

Sessão nº 22.   11 de Janeiro de 2006

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao centralismo (Cont.)

 

Efeitos de curta duração (cont.)

           

            Conjuntura (cont.)

            D. João III rei (1521-1557)

            D. Sebastião (1557-1578)

            As regências (1557-1568)

            D. Sebastião rei (1568-1578)

                        O sonho Imperial

 

 

Sessão nº 23.   16 de Janeiro 2007

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Do feudalismo ao centralismo (Cont.)

 

Efeitos de curta duração (cont.)

 

            Conjuntura (cont.)

                        D. Henrique (1578-1580)

                        A problemática da sucessão

 

Sessão nº 24.   18 de Janeiro de 2007

 

Portugal na construção e afirmação da "modernidade" (Cont.)

Da "Corte na Aldeia" ao ouro do Brasil

 

Efeitos de curta duração (cont.)

 

            Conjuntura (cont.)

                        D. António (1580-1595)

                        D. Filipe II (1580-1598)
                        D. Filipe III (1598-1621)